domingo, novembro 26, 2006

De publicações & amizades & futilidades

Lembram quando falei que ia sair um texto meu na revista Coyote? Pois então: acho que não saiu, nem vai sair, por motivos que me são desconhecidos. E o texto que ia sair na revista nordestina, também não sairá, mas essa eu sei o motivo, e tem a ver com o meu contato, o que me arrumou a publicação. Ele não é mais meu amigo - aliás, não é mais amigo da turma toda, porque ele é meio pirado e resolveu que os amigos dele de anos e anos não servem mais, uma vez que agora ele é um cara famoso, tem livro lançado pela Cosac&Naify, essas coisas de gente importante. Ele prefere o mundinho, ignorando a amizade. Prefere os amigos de ocasião que o incensam enquanto ele está na moda. Não nota que um dia será jogado na lata de lixo, trocado pelo próximo poeta da vez. Mas tudo bem. Ele vai sentir na pele, e então será bom para ele perceber como o mundo funciona de verdade.

[Marpessa]

4 comentários:

maria . disse...

bah esse mundo ta perdido mesmo...
tem cada um por aí.
mas levanta o nariz lindinha, nao precisamos de gente assim nao o/

moca disse...

tsk tsk.

uma pena.

meu paredro disse...

é, né ?
descurte-se logo desses veículos culturosos, essas coisas chatas por demais acontecedoras.
mas o bom do plano permanece, né ?
não depende de nada disso.
tenho um trasco bem feliz prá te mandar.
Beijo, Mapie.

O Arquiteto das Palavras disse...

Pensei que só os prosadores é que tinham essa mania de grandeza...hehehe!